O júri reuniu e já selecionou aquelas que são as melhores Ideias e Planos de Negócio e a cerimónia de entrega de Prémios do Concurso Arrisca C 10ª Edição está marcada para o próximo dia 23 de maio, a partir das 15h00, no Exploratório – Centro Ciência Viva de Coimbra. O evento contará com a presença da Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Maria do Céu Albuquerque e do Reitor da Universidade de Coimbra, Amílcar Falcão.

 

Uma nova plataforma de apoio aos cuidados de saúde dirigidos à 3ª idade; uma tecnologia para o tratamento do cancro de mama; soluções de otimização de coletores solares térmicos; e materiais de construção feitos com resíduos industriais são apenas alguns exemplos dos inúmeros projetos apresentados a concurso.

 

O Concurso de Ideias e Planos de Negócio – Arrisca C, na sua 10ª edição, é um dos mais ambiciosos programas na área do empreendedorismo e inovação nacional. Com categorias dirigidas a jovens estudantes do Ensino Secundário e Técnico-Profissional, e a jovens do Ensino Superior ou recém-diplomados há menos de cinco anos, provenientes de qualquer instituição de Ensino Superior do País, esta iniciativa já apoiou a criação de mais de 25 empresas.

 

Nesta edição, cerca de 500 promotores acreditaram nas suas ideias e candidataram 101 projetos a prémios que superam os 150.000€. Os prémios incluem desde valores monetários até à incubação gratuita de empresas, apoio na elaboração e consolidação de planos de negócio, apoio na realização de protótipos e no desenvolvimento de imagem e branding corporativo, passando pelo apoio contabilístico, ou o apoio na elaboração de candidaturas a financiamentos europeus e à internacionalização, entre outros.

 

Dividido em duas categorias, o concurso Arrisca C visa premiar, por um lado, as melhores Ideias de Negócio ainda em fase de conceção e sem plano de negócio desenvolvido, por outro, os melhores Planos de Negócio que apresentem projeto para a constituição de uma empresa. Com vista a potenciar e apoiar as políticas de apoio e formação ao empreendedorismo jovem, é na categoria das melhores Ideias de Negócio que o Arrisca C lança ainda o Prémio Ensino Secundário, dirigido a jovens estudantes do Ensino Secundário e Técnico-Profissional.

 

Dada a importância que as questões sociais têm vindo a adquirir no mundo empresarial, é também na categoria de Ideias de Negócio que se encontra a concurso a melhor Ideia de Negócio na área do Empreendedorismo Social. O objetivo deste prémio é promover novas oportunidades de investimento e mudanças positivas na sociedade, através da resolução de problemas negligenciados.

 

O Arrisca C surge como um importante instrumento de apoio a jovens empreendedores de modo a promover o desenvolvimento de projetos empresariais sustentáveis. Mais do que apoiar a criação de empresas, o Concurso Arrisca C disponibiliza, através dos seus parceiros e patrocinadores, importantes ferramentas que permitem assegurar a longevidade das empresas enquanto motores de criação de emprego e de criação de valor económico e social.

 

 

Arrisca C: cerca de 1.000.000€ em prémios distribuídos, mais de 800 projetos candidatos, envolvendo mais de 2.500 promotores

 

Com a experiência e o sucesso das edições anteriores, o Arrisca C tem-se revelado um projeto ambicioso. Ao fim de 10 edições, com quase 1.000.000€ em prémios distribuídos, mais de 800 projetos candidatos, envolvendo mais de 2.500 promotores, esta iniciativa aumentou a fasquia e transformou-se numa referência na propagação de ideias e projetos inovadores.

 

O concurso Arrisca C 10ª edição é um projeto cofinanciado pelo Centro 2020, através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), com um prazo de execução compreendido entre 18/04/2017 e 17/04/2019. Os parceiros executarão um investimento total de 1.640.764,99€, sendo o montante de 1.394.650,24€ financiado pelo FEDER.

 

Arrisca C: Alguns casos de sucesso

 

  • CALX: Placas de Calçada Portuguesa – Vencedor do Prémio Portugal Ventures (no potencial valor de 25 000 €, destinado ao capital da empresa a constituir oriunda do projeto premiado do Concurso Arrisca C) do Concurso de Planos de Negócio Arrisca C 2012.

 

  • James (anteriormente Crowd Process): A start-up portuguesa James tem um sistema para análise de risco de crédito que permite criar, validar, implantar e monitorar high-performing predictive models. Com mais de cinco anos no mercado, foi considerada a melhor “fintech” da Europa e prepara-se para aumentar a equipa e expandir mercados. Vencedor dos Prémios Critical Software, DC Ventures e Fundação PT do Concurso de Ideias de Negócio Arrisca C 2012.

 

  • doDOC (anteriormente Aspersus): A primeira startup portuguesa a receber investimento e a entrar no programa de aceleração da reconhecida Techstars em Boston é de Coimbra e quer revolucionar a forma como se processam documentos online. Vencedora dos Prémios DC Ventures, GAPI 3.0 e IPN Incubadora Arrisca C 2013.

 

  • Treat U: A TREAT U, empresa portuguesa de biotecnologia, que iniciou a sua atividade em 2012, tem como principal foco o desenvolvimento de terapias direcionadas para alvos clinicamente inexplorados, identificados em subtipos de cancros que representam necessidades médicas. O seu principal produto é uma nanopartícula, chamada PEGASEMP™, que transporta um medicamento e tem a capacidade de o entregar de forma específica no microambiente tumoral. Os resultados de testes em animais anteveem um impacto ao nível de tumores e de tumores raros (como o mesotelioma). Vencedora do Arrisca C em 2009.